Pastoral Cristã

Assistências

“Mais do que uma atitude, uma mudança de atitude. Mais do que uma indignação uma proposta. Mais do que uma proposta assistencialista, um gesto de cidadania e dignidade e amor ao próximo.”

Assistência a Dignidade e Emprego

A Pastoral cristã de assistência a dignidade e emprego, é um dos projetos mantidos pelo Instituto Cooperar que articula suas atividades no campo da assistência social e geração de empregos. Não é a intenção deste projeto ser a solução ao problema da injustiça e exclusão social, nem pretende existir eternamente; Anseia tão somente existir como alternativa a impossibilidade momentânea da administração pública, até nossa sociedade tornar-se consciente a ponto de cobrar efetivamente de seus representantes. Tenta este projeto diminuir o hiato existente entre a intenção e a ação, um abismo que parece à primeira vista intransponível. Todavia, com o esforço conjunto, pode ser construída sobre ele uma ponte firme, ligando os dois lados. Não há mais espaço para contemplação e crítica sem proposta, não pode este exército de excluídos aumentar a cada dia. Enquanto isto tentaremos através deste projeto, minimizar as dificuldades existentes. E sem dúvida tentaremos atender esses nossos irmãos com a maior agilidade e qualidade possível. Afinal, aprendemos com Betinho “quem tem fomo tem pressa”

Objetivos específicos: Fortalecimento da Instituição Família / Atendimento Médico Familiar / Atendimento Odontológico / Assistência Jurídica / Assistência Social / Cartilha do Cidadão / Creche.

Projetos em andamento:

  • A casa da Cidadania: Braço da Instituto Cooperar, com previsão de instalação em todos os municípios, do Estado do Rio de Janeiro, funcionando como núcleo de atendimento ao cidadão, instalado nas igrejas, composto por escritórios e consultórios para atendimento médico (ambulatorial), assistência jurídica, atendimento odontológico, assistência social, creches.
    Casa Maná de Alimentação Solidária CAMAS: Espaço instalado nas igrejas totalmente custeados e equipadas pelo Instituto Cooperar, onde serão servidas três refeições diárias, café da manhã, almoço e lanche da tarde. As famílias serão cadastradas nas próprias igrejas, sendo atendidas no máximo 100 (pessoas) por igreja.

Trabalhar é Preciso:  Projeto para valorização e aquecimento da atividade empresarial, em parceria com organismo multilaterais de investimento, agências e bancos nacionais e ou internacionais de fomento tendo por contra- partida, em curtíssimo prazo o aumento da oferta de emprego e consequente geração de renda, possibilitando maior circulação de moeda entre outros efeitos benéficos resultantes da implantação das ações aqui descritas. Além da linha de ação já mencionada o projeto trabalhar é preciso também articula suas atividades para geração do primeiro emprego considerando e qualificação técnico profissionalizante par adolescente em conflito com a justiça.

…um homem se humilha se castram seu sonho seu sonho é sua vida e a vida é o trabalho e sem o seu trabalho um homem não tem honra e sem a sua honra se morre, se mata.” Gonzaguinha – Guerreiro Menino

“O indivíduo que trabalha acerca-se continuamente do autor de todas as coisas, tomando na sua obra uma parte, de que depende também a dele. O criador começa e a criatura acaba a criação de si própria”. Ruy Barbosa, Oração aos moços

Assistência ao Apenado e Familiares

 “Que justiça habitará em nós, se não atentarmos para uma situação tão lamentável que assola nosso semelhante?” Pr. Helvio Costa de Oliveira Telles, presidente do Instituto Cooperar

A Pastoral cristã de assistência ao apenado e familiares, é o núcleo do instituto responsável pelo assistência religiosa, psicológica, educacional aos presos e seus familiares e executa os seguintes programas:

  • Projeto Regresso: Ação de promoção dos direitos dos apenados, internados, egressos, dependentes e familiares, seja através das políticas públicas de governo ou no apoio as instituições públicas e privadas de caráter permanente que tenham como objetivos prestar atendimento aos beneficiários, na forma e nos limites da Lei. Situando-se na área da reintegração social do preso e no eixo básico de atuação da assistência aos presos, aos internados aos egressos e aos seus dependentes.

Objetivos específicos são:

  • Acompanhar o processo de progressão da pena daqueles presos que aderirem ao projeto;
  • Conscientizar o apenado, através de ações aqui relacionadas, dos valores sócio afetivos e familiares aos quais renunciou por ocasião do início da prática das atividades criminosas;
  • Identificar junto ao apenado através da análise de cada valor renunciado, atitudes proativas por ele espontaneamente relacionadas que poderiam facilitar o seu retorno ao convívio em sociedade;
  • Criar condições harmônicas e favoráveis ao Regresso do apenado ao convívio social, familiar, econômico e financeiro;
  • Tornar o preso sujeito consciente de seu processo de recuperação;
  • Auxiliar o apenado e seus dependentes na tarefa colocação ou recolocação profissional;
  • Colaborar de forma ativa na readaptação do preso ao convívio social e familiar;
  • Identificar de forma positiva as necessidades familiares e os fatores que influenciaram no início da atividade criminosa de maneira a gerar atitudes proativas cujo objetivo será evitar que o apenado reincida nas suas práticas criminosas;
  • Teologia nos presídios – O conhecimento que liberta – Ensino Teológico nos Presídios

Quando o preso deixa o sistema prisional, este mais velho, sem qualificação, sem família estruturada e com um atestado de preso. Isso faz com que após cumprida a pena, muitos voltem a cometer novos delitos, pois não têm esperança.

O Preso é vítima do próprio Estado”.

Estabelecendo uma relação entre a frase do Desembargador Eduardo Mair. TJRJ em palestra proferida na EMERJ durante o Fórum de Execuções Penais, e a correta postura cristã diante do infortúnio de seu semelhante, poderíamos de forma livre sob o magistério de Paulo, Apóstolo dos gentios em sua epístola  aos Romanos em seus capítulos 7 e 8 e sob o magistério de tantos outros que se dedicaram enteder as causas da depravação e degradação humanda; Perceberemos e veremos os efeios do pecado original agindo sobre o homem e, muito embora tente lutar contra tal ação nefasta e opressora não consegue se livrar. Na verdade este homem é espiritualmente cego, coxo, oprimido, não conseguido perceber a voz do Cristo disponiível em sua graça salvífica chamando-o para uma reconciliação com o Pai. O cristão deve estar atento a sua função de ser o sal da terra e a luz do mundo, pois o cristianismo não é a religião do livro e sim de uma pessoa o Cristo. E se pertencemos a religião do Cristo, devemos ser seus imitadores em fé, obediência e amor, sendo esse último exemplo crucial para uma vida Cristocêntrica. Mas como serão revelados sobre esse amor se na verdade estão como cegos. Aí é que entramos com o projeto Ensino que Liberta uma iniciativa do Instituto Cooperar que tem por objetivo levar  o ensino teológico as unidades prisionais e aos familiares dos presos de maneira a apresentar a verdade da salvação para aqueles que já não têm esperança alguma.

Assistência à Infância e à Adolescência

A Pastoral cristã de assistência à infância e à adolescência, também gerida pelo Instituto Cooperar tem por objetivo auxiliar e orientar jovens em conflito com a lei, usuários ou não de drogas a ajustarem-se primeiramente as suas famílias e em seguida à sociedade. Através de ações socioeducativas e profissionalizantes em parceria com as instituições oficiais do Estado, constituída para esse fim, iniciativa privada e agências nacionais e internacionais que promovam ações de mesma natureza.

Assistência a Terceira Idade

A Pastoral cristã de assistência a terceira idade tem por objetivo a orientação e atendimento ao indivíduos na terceira idade na busca do pleno gozo de seus direitos e garantias defesos no Estatuto do Idoso e que se encontram nas ruas em asilos e ainda em casa com parentes. Em parceria com as instituições públicas de garantia de direitos, tais como Defensoria Pública e associações busca através de ações específicas proporcionar aos anciãos e anciãs de nossa sociedade um crepúsculo de vida digno.

Assistência a Missões

A Pastoral de assistência a missões é a pastoral voltada à evangelização seja em missões urbanas ou transculturais. Atua em conjunto com todas as outras pastorais, levando a palavra do evangelho, que liberta. Atua antes, durante e após o processo de assistência executado pelas demais pastorais. Sua finalidade é exclusivamente evangelística.

Curso de Formação e Qualificação para Exercício da Capelania

Para atuação nas diversas pastorais do instituto , é necessária a realização com aprovação no curso de formação e qualificação para o exercício da capelania. Oferecido trimestralmente na sede da FACULDADE CRISTÃ DO BRASIL. Que tem por objetivo formar capelães(a) que irão atuar nas diversas áreas da capelania distribuídas na pastorais: Prisional /  Hospitalar / Educacional / Familiar